Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A (minha) Implacabilidade

por Joana Cristina Pinto, em 03.08.17

Previsões.jpg

 

Já varias pessoas me “acusaram” de ser muito duras nas consultas, sentindo-se mesmo atacadas.

E sim eu sou dura, em certas consultas. Não é por maldade, nem secura da minha parte e muito menos por querer magoar as pessoas que me procuram.

Eu sou dura porque simplesmente vós mostro a verdade nua e crua, tal como ela é. Não estou cá com lacinhos ou enfeites. É assim e acabou. Não é do meu feitio embelezar verdades de forma as mascarar ou suavizar.

 

E faço-o por uma simples razão, lacinhos e enfeites só distraem do verdadeiro motivo que trouxe a pessoa a minha beira, do que realmente é importante: que é o caminho para a cura! Que para mim é a única coisa que interessa. Identificar problemas, questões a resolver, e delinear um caminho que a pessoa que se encontra a minha frente possa percorrer para se “curar”.

Pós de perlimpimpim não é comigo. Lamento.

 

E para o fazer tenho, muitas vezes, que abrir feridas, meter lá o dedo e escarafunchar bem de forma a  limpar toda a carne podre que lá esta para que os tecidos possam se regenerar e crescer saudáveis. É como se sabe isto dói. E dói bastante. Mas tem que doer!

 

Não porque tem que sofrer mas porque este é o único processo de cura verdadeira. As coisas só deixem de doer quando as deixamos doer até ao fim!!!

E também não se esqueçam que nós só podemos mudar aquilo que temos consciência. Logo muitas coisas tem que ser aceites. Por muito que doam e custem. Tem que ser. E esse é o meu papel.

 

Nós temos a mania de esconder e atafulhar dores lá pro fundo! Tentando que estas fiquem esquecidas e passem. Isso não é cura, é só adiamento do sofrimento. E estas dores, tornam-se em energias negativas que mais tarde se somatizam em doenças físicas. E depois ai ficamos aflitos nê?

 

O processo de cura vai sempre a tempo, mas antes disso temos que encarar com a realidade, com as nossas sombras e para isso estou cá eu. Eu faço isso sem pudores ou tretas. É o que é e vamos resolver.

É duro é, eu sei, mas é o processo.

 

Mas se é para mascarar a verdade ou se fazerem de vitimas nem venham ter comigo, nem me façam perder o meu tempo e nem gastem do vosso dinheiro. Eu não tenho feitio para o “fazer de conta” nem para coitadinhos e para vós chamar de “meus queridos, meus amores e anjos” não faltam por ai outros. Isso não é para mim.

 

Mas se quiserem a verdade nua e crua, se quiserem realmente se curarem, ou pelo menos iniciar esse processo tenham a coragem de vir ter comigo, pois de mim levarão nada menos que isto: verdade, luz, compreensão, compaixão e encaminhamento.

Pois posso ser dura e as consultam podem doer, mas não saem da minha beira sem um aconchego e sem um plano de acção que podem implementar! E sobretudo, não saem da minha beira sem a fé e esperança que a mudança chegou e o dia de amanha poderá ser bem melhor!

 

Não sou perfeita nem infalível mas uma garantia vós posso dar a da verdade nua e crua sem embelezamentos ou máscaras.

Mas como tudo na vida o livre arbítrio impera sempre <3

 

Com Amor e Luz

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:46




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D


Links

  •  

  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Blogs de Portugal


    Seguir