Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A Intenção - o que é isso e como funciona?

por Joana Cristina Pinto, em 17.05.17

O-Que-Vale-é-a-Intenção-em-Inglês.jpg

 

Segundo o dicionário Priberam:  do latim intentio, -onis, .ação de estender, tensão, compressão, esforço)

  1. Resultado da vontade depois de admitir uma ideia como projeto. = DESÍGNIO, INTENTO, PROPÓSITO, TENÇÃO
  2. O que está planeado ou se pretende alcançar (ex.: boas intenções).
  3. Pensamento reservado (ex.: ninguém conhece as suas intenções).
  4. [Literatura] Vontade ou .projeto atribuído ao autor de uma obra literária na sua criação.

 

É um intento, uma vontade associada e uma acção e esforço.

Desde pequenos que ouvimos a expressão: “..o que conta é a intenção” que de alguma forma quer tirar o peso de cumprir determinadas espectativas em relação a outras pessoas, do género “não te preocupes que isso chega, o que vale é que te lembras-te..”.  O pensamento, a lembrança, o que levou a isso.

 

Mas o que é isto da intenção e como se relaciona com a energia e espiritualidade.

A intenção é o que está por detrás de algo que dizemos, fazemos ou mesmo não fazemos (o não fazermos algo não será também uma acção?). Qual o verdadeiro motivo que nos levou a fazer algo, o verdadeiro, o interior, a força motriz e não aquilo que mostramos.

Passo a explicar, quando fazemos voluntariado qual a verdadeira Intenção por detrás desse ato?

  • Será que o fazemos para ajudar?
  • Será que o fazemos por pena?
  • Será que o fazemos por compaixão?
  • Será que o fazemos para ficar bem aos olhos de determinadas pessoas?
  • Será que o fazemos para criar uma imagem?
  • Será que o fazemos com a convicção que temos que o fazer para “pagar karmas”?
  • Será que o fazemos porque dizem que boas pessoas o fazem?

A Intenção é isso, o nosso verdadeiro motivo para fazermos determinada acção. Claro que todos nós somos óptimas pessoas e fazemos tudo para a ajudar tudo e todos. Mas será mesmo? Lá no fundo a verdadeira Intenção será essa? Aqui temos que ser frios e racionais e não ter medo de afirmar, perante nós próprios, que o fazemos por motivos mais egoístas.

Sei que dói olharmos e reconhecermos as nossas feridas e sombras, mas é necessário que a conheçamos, pois só podemos mudar aquilo que conhecemos. Sei que aqui estou a fugir um pouco ao tema, mas o meu lado de terapeuta é mais forte.

 

Mas porque a intenção é tao importante?

Porque o que conta não é só o que fazemos e dizemos mas sim a força motriz, a Intenção, a energia que colocamos cá fora!

Voltando ao exemplo do voluntariado, podemos fazer voluntariado com a Intenção de “pagar karmas” e porque é socialmente correto, mas será que essa acção serve para pagar karmas??

Pois, eu aqui tenho as minhas dúvidas. Sim, voluntariado de qualquer das formas ajuda aos outros, certo, mas isto é para o exterior e aqui não estou a afalar de exteriores nem aparências mas sim do interior.

Logo, uma acção de voluntariado serve de algo positivo para o nosso interior? Não, pois baseia-se numa mentira ou mesmo numa tentativa de criar uma ilusão para nos próprios. E o que fazemos com essa energia? Criamos mais karma e negatividade.

 

A motivação por detrás da Intenção deviam ser sempre sentimentos nobres como o Amor e Compaixão, devíamos ser movidos por essas forças.

 

As vezes um sorriso dado na rua, a alguém que não se conhece mas que é verdadeiro e parte de um lugar de Amor vale mais que qualquer acto de voluntariado feito “só porque sim”, pois a sua Intenção foi pura e desinteressada.

 

Muitas vezes, nós Terapeutas, dizemos que a energia, por ex. de Reiki, funciona pela Intenção.  Porque? Reiki é energia de Amor logo quando pedimos para que ela funcione pedimos de coração e ela “vem” porque colocamos cá fora essa vontade. O mesmo se aplica a orações, funcionam pela Intenção dai que preces feitas de forma fervorosa, mas com motivos "menos de Luz" não são ouvidas e nada acontece e uma conversa informal com Deus pode criar milagres pois parte de um lugar de Amor puro.

 

Analisem as vossas verdadeiras intenções, ao agirem, mas não tenham medo das respostas, pois ao conhecerem-nas elas deixaram de ser feias e más e passarão a ser características que podem ser trabalhadas. Ninguém é perfeito, todos temos defeitos e sombras a trabalhar, estamos todos no mesmo caminho mas é necessário começar a caminhar e que melhor ponto de partida que a procura do autoconhecimento, sabermos quem verdadeiramente somos?

 

Mas atenção! De nada adianta ter boas Intenções se depois não há acção! Façamos sim, mas de coração por favor!

 

Com Amor e Luz

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:51




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D


Links

  •  

  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Blogs de Portugal


    Seguir